Dia da Poesia: Blog do Skeelo apresenta Coluna Leia Mulheres

Dia da Poesia: Blog do Skeelo apresenta Coluna Leia Mulheres
No Dia da Poesia, o Blog do Skeelo apresenta nossas novas colunistas: o coletivo Leia Mulheres

Para nós, coordenadoras do Leia Mulheres, é uma alegria estrearmos nossa coluna no Skeelo bem no Dia da Poesia!

Neste 20 de outubro, queremos celebrar toda a poesia escrita por mulheres através dos tempos, de Safo de Lesbos a Ryane Leão, sem nos esquecermos de Sylvia Plath e Cora Coralina, além das memoráveis Angélica Freitas e Stela do Patrocínio, Cidinha da Silva e Ana Cristina César. São diversas poetas maravilhosas nas grandes casas editoriais, e há grandes delas que publicam seus textos em zines e blogs.

Para aproveitar a data, selecionamos indicações de autoras brasileiras que, além de ótimas escritoras, representam muito bem nossa produção de poesia. Boas leituras!

Cecília Meireles — “As palavras voam” (Editora Global)

Considerada uma das maiores poetas do país, suas poesias encantam pela simplicidade (sem ser simplista!) e beleza de seus poemas. Essa coletânea traz exemplos de como Cecília escrevia para todos os públicos e por que merece mais reconhecimento!

Ana Cristina Cesar — “Poética” (Editora Companhia das Letras)

Esse “livrão” traz todo o trabalho da poeta que foi uma das principais expoentes do movimento de poesia marginal no Brasil na década de 1970. Ana C. é conhecida por criar um estilo muito próprio, em que poesia e prosa se mesclam, além de trazer elementos da cultura pop para seus poemas.

Mel Duarte (organizadora) — “Querem nos calar: Poemas para serem lidos em voz alta” (Editora Planeta)

Esta coletânea, organizada pela poeta e slammer Mel Duarte, apresenta o trabalho de 15 slammers de todo o Brasil. Os slams, atualmente, são os espaços que divulgam grandes talentos, e as poetas (slammers) devem declamar seus versos durante o evento. Esse livro é uma ótima oportunidade de conhecer novas vozes!

Sobre nós

Para quem não nos conhece, o Leia Mulheres é um coletivo de clubes de leitura fundado por Juliana Gomes, Juliana Leuenroth e Michelle Henriques em março de 2015. Hoje, estamos em todos os estados brasileiros e em mais de 150 cidades, ativamente trabalhando também em Portugal, na Suíça e na Alemanha. São quase oito anos discutindo literatura feita por mulheres, divulgando autoras desconhecidas e celebrando as já premiadas. Lemos livros de diversas editoras — das grandes às independentes —, passamos pelo terror e pela ficção científica sem deixar de lado os clássicos e, é claro, a poesia.