Jennette McCurdy: entenda por que a autobiografia da atriz está em alta nas redes sociais

Jennette McCurdy: entenda por que a autobiografia da atriz está em alta nas redes sociais
Jennette McCurdy, ex-atriz, publicou sua autobiografia "Estou feliz que minha mãe morreu" (Foto: Reprodução / Instagram @jennettemccurdy)

Quem viveu a infância e pré-adolescência com a televisão ligada na Nickelodeon conhece bem o rosto de Jennette McCurdy. A atriz alcançou a fama quando ganhou o papel de Sam Puckett nas séries iCarly e Sam & Cat, personagem que tinha um grande carisma e personalidade forte. Porém, por trás do sucesso dos seriados, a história que Jennette vivia não era nada fácil.

Publicado em agosto no exterior, a autobiografia Estou feliz que minha mãe morreu (I’m glad my mom died, no título original) chegou ao Brasil no mês de novembro pela Editora nVersos, e está disponível para compra na Skeelo Store. O livro conta a triste vivência da atriz durante a época em que estrelava os seriados juvenis.

Relacionamento com a mãe e abuso nos bastidores

Um dos pontos que mais chama atenção na autobiografia é como Jennette descreve seu relacionamento com a mãe. Nas palavras da atriz, Debra era uma mãe narcisista e que abusava constantemente da filha, tanto emocional quanto física e mentalmente. Debra era responsável por tomar todas as decisões em nome de Jennette, o que levou a atriz a desenvolver anorexia, transtorno obsessivo-compulsivo e ansiedade.

A atriz também faz diversas revelações sobre o que realmente acontecia nos bastidores da Nickelodeon durante as gravações dos programas. Além disso, Jennette conta que a emissora tentou suborná-la para nunca falar publicamente sobre sua experiência ali dentro.

Repercussão da biografia

O título da autobiografia causou um grande impacto nas redes sociais e nos portais de notícias. Vinte e quatro horas após o lançamento do livro, cerca de 200 mil cópias foram vendidas, esgotando os exemplares físicos. A repercussão foi tão grande que a editora precisou fazer uma segunda edição, que acabou também na primeira semana de venda.

Miranda Cosgrove, responsável por interpretar a personagem principal de iCarly, confessou ao The New York Times que sente culpa por não ter percebido os abusos sofridos pela amiga na época: “Quando se é jovem, você sempre vive dentro da própria cabeça. Eu não conseguia imaginar que as pessoas ao meu redor estavam passando por momentos complicados. E você não espera que isso aconteça com a pessoa que faz todo mundo rir”, disse.

Quando Miranda apresentou a ideia do reboot de iCarly, Jennette recusou o convite enfatizando que sua saúde mental e felicidade eram mais importantes no momento. Ainda, afirma que as duas continuam sendo amigas, e que Miranda tem um lugar muito especial em seu coração. “Ela me ajudou a crescer como pessoa e a me curar, e eu espero que eu tenha significado isso para ela também”, diz.

O reboot será veiculado pela Nickelodeon, produzido por Miranda Cosgrove. O criador da série original foi demitido da emissora em 2018 e não está envolvido na produção.

Em 2016, Jennette McCurdy abandonou a carreira de atriz e, atualmente, trabalha como Embaixadora StarPower da Starlight Children’s Foundation, entidade que incentiva jovens a ajudar crianças com doenças letais e em estado terminal.