“O Senhor dos Anéis: Anéis de Poder” traz altas expectativas para os fãs de Tolkien

“O Senhor dos Anéis: Anéis de Poder” traz altas expectativas para os fãs de Tolkien
"O Senhor dos Anéis: Anéis de Poder" será transmitido no Amazon Prime Video (Foto: Reprodução / Amazon Prime Video)

Nesta semana, os fãs de J. R. R. Tolkien irão celebrar a volta de uma das maiores sagas do universo da fantasia. Os dois primeiros episódios de O Senhor dos Anéis: Anéis de Poder estreiam hoje, 1 de setembro, no Amazon Prime Video. Os demais capítulos ficarão disponíveis semanalmente, às sextas-feiras, totalizando 8 episódios.

A série irá tratar dos eventos que aconteceram antes das histórias já adaptadas para as grandes telas: a criação dos Anéis de Poder, como Sauron tornou-se o grande vilão da famosa trilogia e o protagonismo de personagens já conhecidos pelo público, como Galadriel.

Onde tudo começou

O primeiro livro publicado por J. R. R. Tolkien foi O Hobbit, que conta as aventuras de Bilbo Bolseiro pela Terra Média. Em seguida, veio a trilogia que daria um trabalho de doze anos ao autor, consagrando-o como um dos maiores escritores de todos os tempos e que mudaria a história do universo da fantasia: O Senhor dos Anéis.

Em 1954, foram publicados os dois primeiros volumes: A Sociedade do Anel e As Duas Torres. No ano seguinte, o terceiro e último livro, O Retorno do Rei, chegou às livrarias. Inicialmente, a história era para ser contada em um volume único, porém, por decisão editorial, a obra foi dividida em três livros.

Após a morte do autor, seu filho Christopher Tolkien publicou O Silmarillion — uma coletânea com mais histórias no universo dos primeiros títulos — com a ajuda de Guy Gavriel Kay. Todos os livros do autor podem ser adquiridos na Skeelo Store.

Os fãs esperam que a nova série traga muitas referências aos livros do J.R.R. Tolkien (Foto: Reprodução / Instagram @primevideobr)

Sucesso nas adaptações para o cinema

A franquia de O Senhor dos Anéis é conhecida por ser a bilheteria que mais arrecadou dinheiro: mais de 3 bilhões de dólares desde a estreia do primeiro filme em 2001. Isso tudo se dá a uma excelente adaptação, fiel ao que está escrito nas páginas de Tolkien, com detalhes que deixaram os fãs dos livros muito satisfeitos ao ver tudo se tornar realidade.

Além de dar muito lucro em vendas de ingressos, os filmes dirigidos por Peter Jackson levaram quase todas as estatuetas do Oscar. A primeira adaptação, em 2001, levou Oscar de "Melhor Fotografia", "Efeitos Visuais", "Maquiagem" e "Trilha Sonora Original". Já o segundo filme, lançado em 2002, ficou com "Edição de Som" e "Efeitos Visuais". O final da trilogia levou quase todos os prêmios da noite: "Melhor Filme", "Melhor Diretor", "Melhor Roteiro Adaptado", "Melhor Trilha Sonora Original", "Melhor Montagem", "Melhor Direção de Arte", "Melhor Figurino", "Efeitos Visuais", "Maquiagem", "Mixagem de Som" e "Canção Original".

Em questões financeiras, com o lançamento de Os Anéis de Poder não foi diferente. O orçamento já começou nas alturas desde o leilão para adquirir os direitos do espólio de Tolkien: o preço inicial era de 200 milhões de dólares. A HBO e a Netflix estavam na disputa, mas a equipe da Amazon ganhou por 250 milhões de dólares. De acordo com Jennifer Salke, chefe da Amazon Studios, era um desejo de Jeff Bezos. “Ele é pessoalmente um grande fã de Tolkien, muito apaixonado por tudo isso”, diz a diretora em entrevista para a Vanity Fair.

A Amazon ainda não confirmou qual é o orçamento da série, mas o governo da Nova Zelândia — país onde a trilogia foi gravada e grande foco turístico após os filmes — afirmou que os gastos da produção da primeira temporada ficaram em cerca de 462 milhões de dólares.

Elenco e expectativas para a série

A divulgação da série e do elenco causou uma grande expectativa nas redes sociais, principalmente por ter uma grande diversidade de atores e atrizes. A protagonista da série, Galadriel, será interpretada pela atriz sueca Morfydd Clark. Arondir, um elfo da floresta, será interpretado pelo ator porto-riquenho Ismael Cruz Córdova e Benjamin Walker dará vida ao Rei Gil-galad. O jovem elfo Elrond será interpretado por Robert Aramayo (conhecido por viver o personagem Ned Stark na juventude durante a sexta temporada de Game of Thrones e pela interpretação de Rob em Por Trás de Seus Olhos, adaptação da Netflix). Charles Edwards será o personagem Celebrimbor.

Por ser uma série com a história pregressa de O Senhor dos Anéis, é esperado que traga muitas referências aos livros do autor. Uma das mais aguardadas pelos fãs é a insinuação ao conto Balada de Leithian, um poema inacabado escrito por Tolkien por volta de 1925 que conta a história de amor entre um mortal e uma donzela élfica.