Sara Fidélis é a primeira autora mais vendida da editora Nacional no mês de julho com o livro Teseu

A obra soma mais de 12 milhões de páginas lidas nas plataformas digitais.

Sara Fidélis é a primeira autora mais vendida da editora Nacional no mês de julho com o livro Teseu
Sara Fidélis é autora de Teseu (Foto: Reprodução / Instagram @sarafidelisautora)

A autora mineira Sara Fidélis, agenciada pela Increasy e conhecida pela escrita de romances eróticos, começou sua carreira de forma independente, viabilizando os títulos em formato digital e angariando uma comunidade de fãs. Em dezembro de 2021, lançou o livro Teseu pela editora Nacional com cenas extras inéditas.

Nas redes sociais do novo selo Naci, foi anunciado que, em julho deste ano, Teseu foi a obra mais vendida do catálogo, ficando ao lado de Eu, cupido (da autora Júlia Braga) e Uma história de amor agridoce (de Loan Le).

O grande sucesso: Teseu

Somando mais de 12 milhões de páginas lidas nas plataformas digitais, Teseu - Sombras do Passado conta a história de Lívia, uma garota criada em um abrigo e que passa a trabalhar na loja de brinquedo Pic-Pega, comandada por Teseu Demetriou, um empresário reservado, frio e rígido com os funcionários, um mistério para todos na empresa. Mas Lívia, comprometida a ajudar dois irmãos que podem ser separados no processo de adoção, acaba quebrando algumas regras impostas pelo solitário CEO.

O romance equilibra erotismo com temáticas importantes, como adoção e abuso de drogas. Esse grande sucesso está disponível em e-book no Skeelo.

Romances Eróticos e a Liberdade Sexual Feminina

Sara Fidélis marcou presença na 26ª Bienal do Livro de São Paulo em duas mesas do Skeelo Talks, além de ter recebido os leitores em sessões de autógrafos. Na ocasião, a autora comentou com a jornalista Roberta Camargo — na mesa Romances Eróticos e a Liberdade Sexual Feminina — que a maioria do seu público leitor é composta por mulheres. Sara contou também que sempre busca incluir erotismo em suas obras, mesmo que de forma leve e que ainda seja um tabu. “Com a chegada das autopublicações, isso começou a ficar mais comum [livros eróticos], as pessoas começaram a publicar e o público foi surgindo. E é um público imenso”, acrescenta Sara.

Sobre o assunto, Roberta Camargo comentou: “Quando falamos de prazer feminino, vale lembrar de um dado muito alarmante que 70% das mulheres aqui no Brasil nunca tiveram um orgasmo". A jornalista citou, além disso, a importância que conteúdos eróticos podem ter no autoconhecimento e autoestima feminina, pauta corroborada por Sara: “A descoberta da mulher do próprio corpo é que vai trazendo à normalidade isso. Você saber o que você gosta, o que você quer e saber se posicionar em relação a isso”.

Exclusividade no Skeelo

Sara Fidélis estreou o novo modelo de Minibooks Originais no Skeelo com as histórias Lorena e As gêmeas. As duas obras são inéditas e estão disponíveis de forma exclusiva em texto e áudio no aplicativo dependendo do plano de benefícios do leitor.

As histórias foram publicadas de forma seriada, possibilitando uma leitura rápida e interessante. A iniciativa é uma parceria entre o Skeelo e a editora PorMenor, que trará obras de ficção e não ficção e apoiará a produção literária de autores nacionais.

Ouça o bate-papo completo com Sara Fidélis: